A Influência da vitamina D na Saúde da Mulher

Um estudo da Universidade de Oxford, na Inglaterra, concluiu que a vitamina D fortalece o sistema de defesa do organismo, combate doenças como diabetes, hipertensão e ajuda a emagrecer.

Os livros didáticos ensinam que a vitamina D é essencial somente na formação dos ossos e dentes. Mas o estudo revelou que a vitamina D é fundamental para o organismo, quando os níveis de vitamina D estão baixos no sangue, pode haver alterações como dor e fadiga muscular, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, câncer de mama, de cólon e de próstata, diabetes, esclerose múltipla, artrite reumatóide e lúpus.

Muitas mulheres sentem-se cansadas, e não sabem o por quê, cansaço e imunidade baixa, pode ser sinal de carência de vitamina D.

Os principais sintomas da falta de vitamina D no organismo são: cansaço, perda óssea, falta de apetite, ganho de peso, sede excessiva, náusea, nervosismo, hipertensão.

A vitamina D atua nos intestinos, rins e ossos. No intestino ela intensifica a absorção do cálcio ingerido. No rim ela evita que o cálcio seja perdido pela urina. Como o organismo precisa manter os níveis de cálcio no sangue, ele utiliza o cálcio que está nos ossos quando falta cálcio no sangue, com isso ocorre uma redução da massa óssea para equilibrar o cálcio no sangue, quando ele está reduzido.

O estudo também concluiu que a vitamina D está em quantidade insuficiente em metade da população mundial.

Alimentos fontes de vitamina D: gema do ovo, leite e derivados (queijo, iogurtes, manteiga…), peixes como salmão, atum e sardinha. O alimento mais rico em vitamina D é o óleo de fígado de bacalhau.

Mas a principal fonte de vitamina D é a exposição da pele à luz solar. Em contato com o sol, uma substância, presente na pele, é ativada e se transforma em vitamina D, depois de passar pelo fígado e rins.

É recomendado a ingestão de suplementos e exposição solar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *