“Vontade de comer Doces, uma Necessidade Física”

A vontade de comer doces tem uma explicação para os especialistas, não é um simples vício. Como o açúcar é o alimento das células do cérebro, o corpo humano precisa de energia(açúcar), para manter-se vivo.

Quando o corpo precisa de energia, o cérebro pede açúcar, que é seu principal alimento, depois que o corpo gastou todo o estoque de carboidratos ele começa a queimar gordura(ótimo para quem quer emagrecer).

A falta de glicose no sangue e no cérebro causa a fome, provocando a sensação de desânimo e cansaço. A glicose dá uma sensação de prazer e, funciona como defesa contra o estresse, porque produz dopamina e serotonina. Tanto o açúcar dos doces quanto dos carboidratos produz esse efeito, porém o açúcar puro chega primeiro na corrente sanguínea.

A vontade de comer doces cresce depois das refeições, porque os alimentos mais pesados demoram a serem digeridos, e o corpo continua com fome. A solução é comer uma fruta antes das refeições, ou sempre que sentir vontade de comer doces.

Foto publicação

Quando o açúcar cai no sangue, a insulina sobe, e vem aquela sensação de energia, mas em pouco tempo a fome volta, e a pessoa come mais doces, com isso o pâncreas se acostuma a produzir altos níveis de insulina.

Nos obesos e diabéticos, a insulina eleva a vontade por doces porque as células não recebem a glicose, que fica retida no sangue, e continuam famintas.

Os exercícios físicos podem ajudar as células preguiçosas a trabalharem, acelerando a absorção do açúcar. E quanto menos doce comemos, menos ficamos viciados, mas para mudar esse hábito, podemos levar até três meses. Lembrando que uma colher de chá de açúcar tem quase 100 calorias.

A dependência do açúcar atua da mesma forma que o tabagismo e o alcoolismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *