A perda de alguém que amamos…

Devemos viver nossas vidas, sempre junto das pessoas que amamos, pois a vida, por mais longa que seja, passa depressa. E de uma hora para outra acaba.

Quando perdemos alguém que amamos a dor é forte, então aprendemos o quanto é dura a realidade, e o quanto é triste a morte.

Nossas vidas são tão agitadas, que passar um tempo conversando com um parente é cansativo, abraçar o amigo ou convidá-lo para um café é perda de tempo. Nosso orgulho e nosso egoísmo, nos impedem de conviver com as pessoas que amamos, e nos remoemos em culpa quando uma pessoa querida parte.

Não honramos àqueles que amamos em vida, esperamos que morram para que levemos flores, velas, lágrimas, para colocar fotos e lembranças, para chorar, lamentar e fazer homenagens.

O pior é que a maioria das pessoas que vai prestar honras a seus mortos não faz o mesmo aos seus vivos. O que é uma incoerência, já que os vivos, estes sim, podem aproveitar a visita.

Acredito que quando as pessoas morrem elas vão para um lugar bem distante do cemitério. Aquela vida acabou, aquela pessoa como a conhecemos acabou. E de nada adianta levar flores e lágrimas. Não está mais ali o abraço, o beijo, o afago, o toque, o calor, a bronca, a risada, o olhar…tudo se foi!

E não adianta mais nada, não adianta choro e desespero, devemos fazer tudo para aqueles que amamos em vida!

Seja o primeiro a comentar em "A perda de alguém que amamos…"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*