A trágica morte da cantora britânica Amy Winehouse

Recebi a notícia da morte de Amy Winehouse e fiquei muito triste. Que a morte de Amy Winehouse nos sacuda, para trabalharmos mais contra o uso de drogas pelos jovens. Nós todos que temos filhos, estamos sujeitos a este grande problema.

Ela teve todas as chances do mundo para mudar sua vida, tentou, mas nunca conseguiu. Amy optou por viver desta forma e assumiu todos os riscos.

Amy Winehouse nasceu em 14 de setembro de 1983 numa família judia com histórico de músicos de jazz. Começou a cantar aos 16 anos, chegou ao primeiro lugar das paradas de sucesso. Faleceu aos 27 anos. Em diversas entrevistas, ela relatou ter problemas com depressão, problemas alimentares e entorpecentes. A partir de 2005, começaram a vir à tona diversos problemas com alcoolismo, perda de peso e frequente uso de drogas.

Em agosto de 2007, Amy cancelou diversos shows na Europa alegando exaustão e saúde debilitada. Durante essa época, ela foi hospitalizada por, supostamente, overdoses de heroína, ecstasy, cocaína e álcool. No ano seguinte, a cantora chegou a ser presa por posse de drogas, e foi internada em clínicas de reabilitação.

Nos últimos anos, Amy fez uma carreira repleta de músicas pessoais e cativantes, escândalos por seu comportamento e envolvimento com drogas e álcool. A música de Amy era genial, mas era também a sua válvula de escape para os problemas psicológicos.

Veja a letra de uma das músicas de Amy Winehouse, música Rehab- Reabilitação…

Para refletir!!!

(Rehab) Reabilitação
Tentaram me mandar pra reabilitação
Eu disse “não, não, não”
É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar
Vocês vão saber, saber, saber
Eu não tenho tempo
E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;
Ele tentou me mandar pra reabilitação
Mas eu não vou, vou, vou
Prefiro ficar em casa com Ray (Charles)
Não posso ficar 70 dias internada
Por que não há nada
Não há nada que possam me ensinar lá…..

Seja o primeiro a comentar em "A trágica morte da cantora britânica Amy Winehouse"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*