A Vida e os Vasos Quebrados!

Os japoneses acreditam que quando um objeto quebra, vale a pena consertá-lo, pois ele não perde seu valor, ao ser consertado, ele torna-se um objeto único e especial. E passa a valer mais do que antes.

Para colar os objetos quebrados, os japoneses preenchem as rachaduras com ouro. A colagem com ouro, é uma arte de consertar peças de porcelana quebrada com uma resina de laquê e ouro em pó.

Essa arte se originou quando o shogun Ashikaga Yoshimasa mandou uma tigela chinesa de chá quebrada para restauração na China no século XV. A tigela voltou com horrorosos grampos de metal, o que desagradou o shogun. Então, ele ordenou que os artesãos japoneses fizessem um trabalho esteticamente mais agradável. O resultado foi a criação da técnica do Kintsugi.

Kintsugi: A arte de restaurar e valorizar a história”, (金継ぎ) (Em Japonês, colagem com ouro).

Comparando com nossa vida, os objetos quebrados e colados, são as marcas que adquirimos ao longo da vida, e jamais devem ser esquecidas, pois servirão de alicerce para novas marcas.

A nossa vida é recheada de pequenos cacos consertados pelo tempo e, são estes concertos que nos acrescentam experiências e sabedoria.

Assim seguimos em frente com muita força e mais amor pela vida!

Se toda vez que nos despedaçarmos fossemos trocados, que valor sentimental teríamos na vida?

E que nunca nos falte coragem nos momentos em que nos sentirmos como um vaso quebrado!

2 Comentários on "A Vida e os Vasos Quebrados!"

  1. Eu sou uma prova viva.

Comente

Seu e-mail não será publicado


*