O Cérebro Humano e seus Segredos

Os mistérios do cérebro humano, foram desvendados por pesquisadores, eles estudaram o cérebro de pessoas talentosas, para entender o que as diferenciava das demais, não encontraram diferenças em seus cérebros. Descobriram que somente o treino pode modificar o cérebro das pesssoas, é preciso 10 mil horas de treino. Só a prática leva a perfeição!

Mozart aos 6 anos já tinha estudado 3.500 horas, ele não era talentoso, foi muito dedicado.

O cérebro humano é formado por duas partes, a massa cinzenta(os neurônios) e a massa branca. Durante muito tempo, acreditava-se que a capacidade cerebral estava escondida nos neurônios. Hoje neurologistas e psiquiatras descobriram que a massa branca é formada principalmente por mielina, um tipo de gordura que envolve os axônios(rabinho do neurônio).

A mielina é depositada sobre as células nervosas, serve para deixar os impulsos elétricos mais precisos. À medida que os impulsos elétricos se tornam precisos, eles coordenam melhor os nossos movimentos e pensamentos. Quando praticamos alguma atividade, a mielina se deposita e os sinais entre as sinapses ficam mais eficientes.

George Bartzokis, professor psquiatra da Universidade da Califórnia, maior especialista do assunto, diz que:

“A mielinização leva a perfeição”.

Albert Einstein era recordista em massa branca, quando morreu, seu cérebro foi dissecado, e foi encontrado uma quantidade anormal de mielina.

Um idoso perde a sua mobilidade, não porque seus músculos se atrofiaram, mas porque a mielina do cérebro decaiu. Para a mielinização ser mais eficiente, é preciso errar muito e sempre. “Se você sempre repetir aquilo que já sabe, não há evolução, o ideal é falhar tentando algo novo e mais difícil”, diz Anders Ericsson.

O auge da mielinização acontece durante a infância, quando toda a forma de atividade é novidade e tem de ser aprendida, como amarrar os sapatos.

Até os 30 anos, a mielina continua em alta, e ainda pode ser ajustada para outras habilidades com facilidade. Depois dos 50 anos, infelizmente, as perdas são maiores que os ganhos. A mielinização continua somente para preservar as aptidões já adquiridas. Além da idade, há cérebros mais preparados para mielinizar do que outros. Quem não consegue metabolizar as proteínas já sai perdendo. O colesterol têm grande infuência na produção de mielina.

A mielina tem muito colesterol, alguns alimentos como o ovo, são ricos em colesterol. O ovo foi cortado pelos médicos por muitos anos, por provocar problemas cardíacos. Mas eles descobriram que comer ovo faz bem para o cérebro, o ovo deixa as pessoas mais inteligentes. Inclusive os médicos estão receitando ovo para os pacientes de Alzheimer. O ovo parece infuir nas habilidades do cérebro.

Outros estudos, provaram que as substâncias contidas em determinados alimentos podem aumentar a capacidade mental, e modificar o humor das pessoas, pois mais de 20% do cérebro é constituído de substâncias gordurosas que desempenham importantes funções.

A saúde do nosso cérebro depende não só da quantidade de gordura que ingerimos, mas principalmente do tipo de gordura. O cérebro exige um tipo específico de gordura encontrado mais nos peixes, conhecidos como ácidos graxos Omega-3, que cria um ambiente ideal para a troca rápida de mensagens entre as suas células. Se o cérebro para de receber Omega-3, ele procura se adaptar a essa deficiência.

“A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original”.

Albert Einstein

Fonte:
Revista Super Interessante

Seja o primeiro a comentar em "O Cérebro Humano e seus Segredos"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*