O romã, um antibiótico natural!

O romã é um antibiótico natural e antioxidante, seu suco reduz o colesterol, retarda o envelhecimento, previne os problemas cardíacos, reforça a defesa imunológica, defendendo o organismo de tumores e doenças degenerativas, sendo uma das frutas mais nutritivas.

O romã contém cálcio, potássio, ferro e nutrientes que ajudam a proteger o corpo contra doenças cardíacas, diabetes, artrite reumatoide e câncer. Retarda o processo de envelhecimento, neutraliza os radicais livres e ajuda a combater infecções da garganta e gengiva. O romã é diurético e antiespasmódico, produzindo excelentes resultados no tratamento de cólicas intestinais e diarreia. É excelente contra vermes.

Formas de uso do romã:
. O suco da fruta contém um poderoso antioxidante, um tipo de flavonoide mais eficiente na prevenção de problemas cardíacos do que o existente no tomate e no vinho tinto. O suco reduz o risco de infarto.
. O chá feito com as folhas é usado para lavagem dos olhos, contra irritação nos olhos, em diarreias e desinterias crônicas.
. O chá da casca do fruto é usado para infecção de garganta, na forma de gargarejo. Também pode ser usado em diarreia e disenteria crônica.
. As flores podem ser usadas como infusões contra a diarreia e a leucorreia.
. A casca da raiz é rica em alcaloides, apresenta atividade antimicrobiana contra Staphylococcus aureus, além de ter propriedades cicatrizantes.
. O chá das sementes aliviam os sintomas da menopausa.
. Nas inflamações da boca e da garganta pode-se mascar pequenos pedaços secos ou frescos da casca do fruto como se fossem pastilhas ou usar o cozimento preparado com uma colher (de sopa) de pedaços da casca do fruto, em água suficiente para uma xícara (de chá), na forma de bochecho ou gargarejo ou em compressas. Nos casos de herpes genital pode-se fazer lavagens e compressas nos locais afetados com o mesmo tipo de cozimento.
. A casca da raiz, do tronco é usada contra as tênias intestinais.(platelmintos)

Receita caseira para infestações de tênia (solitária):
100 g de casca de romã cozida em 500 g de água, até reduzir para 150 g, adicionando-lhe, 15 g de álcool, não deve ser empregado senão por prescrição do médico.
Para reduzir o sabor amargo, podemos adicionar suco de limão, ou xarope de gengibre ou hortelã no cozimento. Esta mesma mistura pode ser usada para animais domésticos, em doses menores, para eliminar vermes em cães e gatos.

Curiosidades:
O romã possui 613 caroços – o número das mitsvot da Torá.(leis da Torá), cada judeu deve estudar todas as Leis da Torá durante sua vida para realizar seu objetivo de cumprir as 613 mitsvot.
O romã é uma das sete frutas pelas quais a terra de Israel foi abençoada. Entre os judeus de origem ocidental existe o costume de colocar sementes da fruta embaixo do travesseiro na passagem do Ano Novo Judaico, comemorado em setembro. Faz-se isso para atrair sorte, saúde e dinheiro no próximo ano.

Segundo crença popular, se você levar na carteira três sementes de romã, “Dinheiro nunca vai faltar”.

Seja o primeiro a comentar em "O romã, um antibiótico natural!"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*