O vinho e a Saúde humana

O vinho tinto é um poderoso anti inflamatório, excelente para a saúde das coronárias, desde que seja bebido com moderação. A dose ideal é 1 cálice de vinho tinto no almoço e outro no jantar.

– O vinho tinto pode acompanhar diversos tipos de refeições, principalmente as que possuem carne vermelhas e molhos fortes. O vinho tinto deve ser servido na temperatura ambiente.

– Os vinhos brancos, podem acompanhar carne branca, frutos do mar, frango, presunto cozido, massa e lombinho assado. Deve ser servido gelado.

Curiosidades:

O vinho tinto:

Evita doenças do coração: Os polifenóis encontrados na casca e na semente da uva, possuem ação antibiótica, efeito antioxidante, ajudam a prevenir a formação de placas de gordura nas artérias, reduzem o colesterol ruim (LDL) e aumentam o colesterol bom( HDL).

Previne doenças do cérebro: Os polifenóis presentes no vinho evitam o envelhecimento das células cerebrais, e melhoram a circulação cerebral.

Previne doenças respiratórias: Reduz as infeções pulmonares, sendo mais eficaz que alguns antibióticos modernos.

Doenças do aparelho digestivo: Reduz as chances de formação de cálculos no interior da vesícula biliar.

Doenças do aparelho urinário: O vinho é capaz de reduzir em até 60% o risco de formação de cálculos urinários, ao estimular a diurese.

Diabetes: o vinho reduz as chances de morte por infarto do miocárdio em pacientes com diabetes tipo 2. Em mulheres, o vinho pode reduzir as chances de surgimento de diabetes.

Sangue e anemia: O álcool ajuda o organismo a absorver melhor o ferro ingerido nos alimentos. Além disto, um copo de vinho tinto contém, em média, 0,5mg de ferro.

Previne a osteoporose: Melhora a densidade óssea.

Visão: Reduz a degeneração da visão em idosos.

Câncer: Alguns antioxidantes presentes no vinho podem prevenir alguns tipos de câncer.

Estresse e depressão: Um cálice de vinho após uma refeição proporciona sensação de bem estar e relaxamento.

Previne a cárie: Ajuda a manter sua boca saudável, inibindo a cárie dentária e a doença gengival.

A Essência dos Vinhos tintos:

CABERNET SAUVIGNON
Uma das uvas mais populares do mundo, dá origem a um vinho seco, encorpado, de tonalidade violeta e acentuado bouquet. Elaborado na região de Bordeaux (França), esse tipo de vinho é forte e concentrado, podendo acompanhar carne de gado, filés, bacalhau e queijos fortes.
MALBEC
Uva originária da região de Bordeaux, que foi difundida com êxito para fora da França, principalmente para a Argentina. Com este tipo de uva, é elaborado um vinho de aromas frutados, encorpado de acidez balanceada. O Malbec é uma deliciosa opção de acompanhamento para massas, aves e carnes assadas.
MERLOT
Esta uva dá origem a um vinho seco, encorpado, de cor intensa e baixa acidez. O Merlot possui sabor mais adocicado, com gosto aveludado, acompanha pratos leves, e quando maduro, combina com sabores fortes, como grelhados, strogonoff de carne e queijos bem temperados.
TANNAT
Originária do sul da França, esse tipo de uva adaptou-se muito bem no Uruguai. O vinho Tannat apresenta boa cor e excelente estrutura. Possui sabor frutado, com leve passagem pelo carvalho, que lhe confere equilíbrio e complexidade. Por ser um vinho bastante encorpado, acompanha pratos fortes, como carnes vermelhas e queijos de sabor acentuado.
CABERNET FRANC
Uva de origem francesa. Produz um vinho refinado, de cor não muito intensa. O Cabernet Franc possui odores frutados. É leve e macio ao paladar e acompanha pratos como frango e massas com molhos leves.
PINOT NOIR
Esta uva, cultivada em diversos países, produz um vinho seco, encorpado, de cor violácea e sabor delicado. É originário da Borgonha francesa, onde se fabrica o Romanée-Conti, considerado um dos vinhos mais prestigiados e caros do mundo. O Pinot Noir possui corpo médio e é sensível à umidade. Acompanha frutos do mar, massas, fondues e aves.

A Essência dos Vinhos Brancos:

RIESLING ITÁLICO
Uva que prospera em regiões frias e gera um vinho com sabor suave, aromas de frutas cítricas, sendo uma ótima opção para acompanhar aperitivos, pratos leves, como peixes, queijos suaves e sobremesas.
CHARDONNAY
Esta uva é considerada uma das melhores para a fabricação de vinho branco. É cultivada em diversos em diversos países, pois se adapta facilmente a diferentes tipos de clima. Gera um vinho seco, e agradável. O Chardonnay possui aromas equilibrados e refrescantes. Ideal para acompanhar carne branca, massas, queijos leves e frutos do mar.
GEWURZTRAMINER
Vinho seco, com aromas que lembram frutas e flores do campo. De sabor intenso e agradável, o Gewurztraminer é elaborado com uvas originárias da região da Alsácia, no norte da França, e da região do Reno, na Alemanha. Acompanha presunto cru, comida chinesa, peixes e vários tipos de sobremesas.
SEMILLÓN
Uva originária de Bordeaux, na França, mas que é produzida também na Nova Zelândia, Chile, África do Sul e Austrália. Seu produto é um vinho seco, de acentuada acidez, aromas intensos e sabor marcante. Além de forte, o Semillón é um vinho acetonado e bastante sensível à podridão. Acompanha refeições com peixes e queijos.
SAUVIGNON BLANC
Uva branca cultivada nos mesmos locais que a Semillón. Produz um vinho seco, encorpado, sabor marcante e amargo. O frescor e a leve agressividade deste tipo de vinho combinam com pratos de sabor mais pronunciado, com atum, salmão e aspargos.

Seja o primeiro a comentar em "O vinho e a Saúde humana"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*