Receita: Cassata de Abacaxi da Tia Marilene (Santa Izabel) para o Réveillon

Tia Marilene

Sobremesa refrescante para o Réveillon

Minha tia é chamada assim, pela profunda compaixão para com os sofredores e carentes, sempre procurando ajudar os mais necessitados. Ela é uma pessoa calma, serena, tranquila e de um coração muito grande. Sempre ajudou as pessoas, inclusive animais de rua, deixando alimento e um pouco de carinho. Enfim ela transmite paz com a sua presença.

Cassata de Abacaxi da Tia Marilene (Santa Izabel)

Ingredientes:
– 1 pacote de biscoitos champagne
– 1 pote de nata
– 1 lata de leite condensado
– 1 lata de abacaxi

Tia Marilene

Modo de fazer:
Bater rapidamente na batedeira a nata e o leite condensado. Molhar os biscoitos na calda do abacaxi, não encharcar.
Alternar camadas de biscoitos, creme e abacaxi picado. Coloque uma camada de creme por último para cobrir os biscoitos.
Enfeite com pedaços de abacaxi. Coloque para gelar ou congelar , como preferir.

Bom apetite!

Curiosidades:
Diz a lenda que Santa Izabel mesmo antes de nascer, foi anunciada por um vidente, que seria uma estrela e nasceria na Hungria, seria a futura esposa do soberano de Eisenach (Alemanha) e irradiaria seu brilho pelo mundo. Como previsto, nasceu em 1207 a filha do rei André da Hungria, e da rainha Gertrudes. Aos 4 anos foi levada para Alemanha como prometida esposa do príncipe Luis, filho de hermano, soberano da Turíngia. Mas pela sua vida simples e desligada das pompas da corte, concluíram que a menina não seria companheira de Luis, e a perseguiam e maltravam, dentro e fora do palácio. A santa não recuava diante de nenhuma obra de caridade, por mais penosa que fossem as situações. Certa vez, Luis a surpreendeu com o avental repleto de alimentos para os pobres. Ela tentou esconder…mas ele delicadamente, insistiu e…milagre…Viu somente rosas brancas e vermelhas, em pleno inverno, feliz guardou uma delas.

Ela trouxe paz e prosperidade, desde pequena transmitia beleza e graça, pelo seu precoce espírito de compaixão para com os sofredores. Construiu abrigo para crianças órfãs, sobretudo defeituosas, como também hospícios para os doentes. Houve uma época, em que ela distribuía alimentos para 900 pobres diariamente, em vez de dar-lhe quantias em dinheiro. É que eles não sabiam administrar. Recomendava sempre que eles trabalhassem e procurava condições para isso. São inúmeros os seus milagres em favor dos pobres.

Seja o primeiro a comentar em "Receita: Cassata de Abacaxi da Tia Marilene (Santa Izabel) para o Réveillon"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*