Saiba quais os riscos do uso da Gordura Trans

A gordura trans é um tipo de gordura formada pelo processo de hidrogenação natural ou industrial. O processo de hidrogenação industrial consiste na adição de hidrogênio nos óleos vegetais.

A gordura trans é usada para melhorar a consistência dos alimentos, dar um sabor mais acentuado, deixar os alimentos mais sequinhos, crocantes e apetitosos. E também para dar um prazo de validade maior aos alimentos.

Segundo estudos recentes, a trans é a gordura que mais contribui para a formação de placas nas artérias, aumentando a pressão arterial e os riscos de infarto ou derrames.

Essa gordura é extremamente prejudicial à saúde, além de aumentar os níveis de colesterol ruim, o LDL, também diminui a taxa de colesterol bom, o HDL. E isso significa elevar o risco de arteriosclerose, infarto e acidente vascular cerebral.Pastel-de-feira-300x285

O excesso de gordura trans favorece o acúmulo de gordura visceral, que é a gordura armazenada entre as vísceras ou órgãos do corpo. Na obesidade do tipo androide (onde a gordura se armazena na barriga) é onde a gordura visceral se acumula e produz substâncias prejudiciais ao organismo.

Desde 2006 a Anvisa obriga todos os fabricantes a indicar no rótulo a quantidade de gordura trans presente nos alimentos. O Ministério da Saúde também tenta acabar com a utilização dessa gordura, seguindo o exemplo de países como Suíça e a Dinamarca, onde ela é proibida.

A gordura vegetal hidrogenada começou a ser usada a partir de 1950. Acreditava-se que, por ser de origem vegetal, a gordura trans ofereceria menos riscos à saúde. Mas estudos posteriores descobriram que ela também aumenta o colesterol.

As conseqüências do consumo desenfreado de gordura hidrogenada são pouco divulgadas no Brasil. Isso não tem ocorrido nos países desenvolvidos. Em 1994, epidemiologistas da Universidade de Harvard atribuíram ao consumo da gordura hidrogenada até 100 mil mortes prematuras por ano nos Estados Unidos. Há relatos de vários tipos de câncer associados a gordura trans.

A introdução da gordura na alimentação, foi o maior desastre da história alimentícia nos Estados Unidos, resultou numa epidemia de obesidade e demais doenças..

A gordura trans não é sintetizada pelo organismo e, por isso, não deveria ser consumida nunca, o Ministério da Saúde determinou que é aceitável consumir até 2g da gordura por dia, o que equivale a dois biscoitos recheados.

empanados-300x199A única maneira do consumidor ter certeza do que está comprando é verificar a lista de ingredientes para checar se não existe gordura vegetal hidrogenada na composição do produto.

Os alimentos que mais contêm gordura trans são os alimentos pré-prontos, bolo, pratos congelados,empanados, bolachas recheadas, biscoitos, sorvetes, salgadinhos, pipocas de microondas, chocolates, e todos os alimentos que tem margarina na composição, etc.

Sugestões para afastar os riscos da gordura trans de sua vida:

– Reduza o consumo de sobremesas prontas: Misturas para bolos e doces são práticos, mas possuem gordura trans.

bolacha-300x141– Experimente fazer um bolo da forma tradicional: Usando gorduras saudáveis, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima em vez de glacê. Use leite desnatado, óleos vegetais ao invés de manteiga. Outra dica é o iogurte natural desnatado ao invés de chantilly.

– Prefira café sem chantilly:
É gostoso mas as gorduras estão ali e podem contribuir para níveis elevados de colesterol.

– Não abuse de alimentos pré-prontos: Eles parecem tão fáceis de preparar… Mas os pacotes de pães de queijo, pizza, massa, biscotinhos, tortinhas congeladas podem estar carregados de gorduras trans.

– Faça seu próprio alimento: Quando preparamos os alimentos em casa, sempre é possível usar menor quantidade de gordura, e ingredientes mais saudáveis.

– Evite alimentos fritos:
Frango, pastéis, salgadinhos. Em vez de fritar, asse os alimentos.

Seja o primeiro a comentar em "Saiba quais os riscos do uso da Gordura Trans"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*